quarta-feira, 16 de julho de 2014

Se eu parar pra pensar em tudo o que foi rido, falado, vivido, feito, chorado... eu vou chegar a infinitas conclusões; algumas positivas, outras nem tanto. Isso tudo porque não se pode julgar sentimentos alheios, porque quando se ama não se aceita explicações e aqueles motivos por mais óbvios que sejam não fazem sentido, e, principalmente, o coração só enxerga o que quer ver... não pensa, só sente.Você some, ergue a cabeça, finge que ta bem e que mudou, mas todas as noites lembra e chora, e não precisa ir bem fundo para saber que isso é apenas uma tentativa frustrada de se enganar, se fazer forte mesmo, e basta um sorriso, uma ligação de um minuto para todo esse gelo derreter, só porque você ama.


E isso irrita; e confunde; e te faz voltar de novo aquele começo, aquela dúvida: Sentimento ou pensamento? Razão ou emoção? Lógica ou esperança?

Depois de um certo tempo, você aprende que agir com a cabeça causa feridas bem menos doloridas. E que se não vale a pena, não vale o seu tempo e muito menos a sua dor, então sorria.


Challine Carvalho.